February 20, 2019

Please reload

Recent Posts

Um apelo ao MEC

July 24, 2018

Estava refletindo sobre o ensino nas escolas brasileiras e, conversando com uma coordenadora de colégio particular, tivemos a triste constatação de que os pais e educadores estão, na sua maioria, olhando somente para o Enem, e não para a vida.

 

Sabe o que acontece quando a gente pensa que vestibular é tudo na vida de uma criança? Criamos seres bitolados em decorar fórmulas e textos. Sem a devida COMPREENSÃO sobre aquilo que lhes é ensinado, sem entender a aplicabilidade. Seres que só pensam em serem aprovados num concurso que vai provar o quê mesmo? Que eles podem ingressar numa faculdade. 

Ok, considero importante ter um diploma SIM, mas também é bom lembrar que isso não é tudo na vida de uma pessoa.

 

CALMA!

Note que no parágrafo acima me referi às "crianças".

Portanto, jovens adolescentes que estão no ensino médio: por favor continuem estudando no seu foco! Me refiro aqui aos anos iniciais, Ok?

Aqueles pequenos que precisam e devem brincar, mas o pai está já preocupado com sua aprovação no Enem - dali a 10 anos!

 

O DESAFIO DA FOLHA EM BRANCO

 

Esta Coordenadora com quem conversei me relatou que as crianças PEDEM aula de desenho, mas os pais acham irrelevante ou perda de tempo. 

E isso é muito triste.

Percebo que cada vez mais cedo estamos nos esquecendo (ou sendo castrados) de desenhar, de fazer arte, de criar. 

Estamos nos esquecendo de sermos criativos, de exercitar esse lado tão lindo que é o lado lúdico do cérebro. 

Nos esquecemos até de dançar! 

 

Há escolas na Europa que tem disciplinas de dança na sua grade curricular. Isso não é maravilhoso? poderia ter como opção para quem não gosta da engessada Educação Física! - eu! (risos)

É tão importante exercitarmos o corpo, seja lá qual for o movimento, afinal, todos temos um grande pedaço de nós abaixo do pescoço! 

A triste notícia, porém, é que as crianças vão perdendo esta habilidade, da musicalidade, da dança, de encarar uma folha em branco "sem pânico" - como fazem alguns adultos. Estamos perdendo a naturalidade de tudo o que é natural, ao nascermos. 

Tudo por quê? Porque ao longo da vida vamos pensando em exercitar só o que esta acima do pescoço. 

E aí temos nós, os adultos que não tem um mínimo de consciência corporal.

 

POR QUE EXERCITAR O LADO CRIATIVO DO CÉREBRO?

 

E justamente esse lado esquecido é aquele que vai nos ajudar a CRIAR soluções para os problemas mais difíceis que vamos enfrentar. 

 

O comum hoje, ao visitarmos uma escola - especialmente as particulares - é vermos aqueles laboratórios de informática preenchidos por computadores de última geração - uma máquina por aluno.

 

Às vezes me pergunto... até quando é útil ensinar informática para quem é nativo digital?

 

Tenho a sensação de que estamos sempre vivendo de opostos, e na verdade essa é uma lei da Natureza. Quer ver? Me acompanha:

 

Se pegarmos uma vovó e colocarmos ela em frente a uma máquina de costura, ela provavelmente vai saber o que fazer. Não me surpreendo se ela fizer a tarefa inclusive com as mãos trêmulas ou enrijecidas devido à idade.

Se pegarmos essa mesma vovó e colocarmos uma tela touch screen, muito provavelmente ela não vai saber o que fazer direito - salvo raras exceções.

Agora vamos imaginar o contrário: pegamos uma criança e a colocamos em frente a linhas, agulhas e botões. Talvez ela brinque de diversas formas com o material, mas não tenha ideia de como usá-lo.

E o que será que acontece se ela ficar em frente a um tablet? Bem, essa todos nós sabemos...

 

Em tempo:

Muitos pais me questionam quanto ao curso de Estilismo "e criança de 7 anos aprende a mexer na máquina??" Eles esquecem que elas aprendem coisas muito mais difíceis - e com bem menos idade - do que manejar uma simples máquina!

 

SERÁ QUE AINDA PRECISAMOS DISSO?

 

As escolas quiseram se atualizar tanto só pensando na informática, no Vestibular, no Enem... que esqueceram do principal: E Q U I L I B R A R! 

A meu ver, não precisamos de seres mais tecnológicos... e sim daquele movimento dos dedinhos pegando como uma pinça, da motricidade fina tão "normal", mas tão básica, sabe?

 

 

 Então me pergunto... aliás, pergunto ao MEC: Por que não é exigido o ensino de manualidades novamente? 

E quando falo o termo "manualidades" não me refiro somente a costura. Engloba tudo o que é essencial na vida de uma pessoa, como: culinária, jardinagem, limpeza, etc...

 

Coloca tua opinião aqui nos comentários. Vamos debater sobre esse tema que é tão vasto!

 

Um beijo,

@ElisaLisot 

 

Please reload

EstiLisot Moda Escola

CNPJ: 13.818.461/0001-18 

Prazo de entrega da EstiliShop: até 7 dias úteis após a confirmação do pedido do(os) produto(os)